Coletiva de Impressa Marco Feliciano

Watch live streaming video from waptv at livestream.com

Vencendo a Desesperança

 Lamentações 3.21-39
A diferença entre a grandeza e a mediocridade geralmente é determinada pela forma como a pessoa encara os seus erros.A pessoa é grande quando entende que o fracasso é uma taxa que pagamos para o sucesso.
O profeta Jeremias estava vivendo uma situação de aflição e fracasso.O seu povo estava sendo destruído pelo exército babilônico.Nos anos 588 a 586 a.C. os babilônicos destruíram a nação de israel, com a destruição de todas as cidades e morte de quase toda a população.
Jerusalém foi invadida, os muros foram derribados, o templo foi saqueado, os príncipes foram assassinados, e o rei Zedequias foi cegado e posto em prisão perpétua (Jr.52). Os poucos sobreviventes foram levados para Babilônia.
O profeta então lamenta: Como jaz solitária a cidade populosa! Tornou-se como viúva a que foi grande entre as nações entre as províncias ficou sujeita a trabalhos forçados! (Lm 1.1).
É neste contexto de ruína e desesperança que Jeremias, mesmo em péssimas condições pessoais (Lm3.21).
O estudo de hoje nos ensina como vencer a desesperança.

1- RAZÕES POR QUE DEVEMOS TER ESPERANÇA

Embora as inconstâncias da vida nos indiquem um caminho de desesperança, a palavra de Deus nos dá razões para termos esperança.

Deus é misericordioso
A primeira delas é o fato de que o Deus ao qual servimos é "misericordioso".
As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos porque as suas misericórdias não tem fim; renovam-se cada manhã (Jr 3.22).
A palavra misericórdia do hebraico "chesedh" indica o sentimento do coração de Deus pela miséria do homem. É a capacidade de se colocar no lugar do outro, ou seja, ver, sentir e pensar como ele. Deus é misericordioso quando se fez homem, em Cristo Jesus.
Ele sente o que estou sentindo. Conhece a minha dor e a minha tristeza.
E as misericórdias do Senhor não tem fim e se ronovam a cada dia. Deus é o "Pai de misericórdias" (2 Co 1.3).

CURA DA MENTE NO MOMENTO DO FRACASSO

O profeta Jeremias diz: quero trazer a memória... Memorizar é um exercício da mente, uma atividade racional. A esperança ressurge na mente, desce ao coração e motiva a ação.
Aceitação
Aceite aquilo que você não pode mudar. Há coisas que não podem ser alteradas, não importa o quanto você lute para que isso aconteça.
Jeremias estava convencido de que o castigo de Deus foi decretado por Deus. As tristezas de Sião provêm do Senhor! (Lm 2).
E não adianta brigarmos com Deus, ficarmos revoltados e irados contra ele. A sua vontade prevalecerá (Jó 42.1-2).
Murmuração
Pare de fazer o jogo da culpa. Infelizmente gostamos de transferir a culpa para os outros. Toda vez que algo dá errado queremos colocar a culpa disso em alguma coisa ou em alguém.
Sempre perguntamos: De quem é a culpa? (Jo 9.1-3). Jeremias afirma: Por que , pois, se queixa o homem vivente? Queixe-se cada um dos seus próprios pecados (Lm 3.39).
Assuma o seu pecado e o seu erro, como confessou o profeta: Nós prevaricamos, e fomos rebeldes (Lm 3.42). Quando vc errar admita.
Tal atitude cria a condição para o recebimento do perdão e da cura divina: Esquadrinhemos os nossos caminhos, provemo-los, e voltemos para o Senhor (Lm 3.40).
Traga a memória hoje o que lhe pode dar esperança. Deus é a nossa esperança. Pense em Deus e creia nele. Você não deve ficar refém dos erros do passado.
James Long diz: " Uma das razões pelas quais Deus criou o tempo foi a de prover um lugar onde pudéssemos enterrar as falhas do passado".
Creia que Deus está no controle e Ele é Poderoso para reverter qualquer situação.


"O fracasso é a melhor oportunidade de que tenho de saber quem realmente sou" ( John Killinger)

" Experiência não é aquilo que acontece a  você. Experiência é o que você  faz com o que  acontece a você" (Aldous Huxley).

" O que enconbre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia" (Pv 28.13).

1 comentários:

Correr atrás e ser capaz. disse...

é verdade, 'aceite aquilo que você não pode mudar!'

Postar um comentário